', {"anonymize_ip":true});

Biólogo cria projeto para catalogar borboletas em Laguna.

O jornal de comunicação local "Agora Laguna" publicou no dia 13/07/2021 uma matéria sobre a criação do projeto "Borboletas de Laguna- SC". A divulgação foi feita na página oficial do jornal assim como em suas redes sociais e teve mais de 3800 visualizações.

https://agoralaguna.com.br/2021/07/biologo-cria-projeto-para-catalogar-borboletas-em-laguna/

https://www.facebook.com/agoralaguna/posts/979422459557039/

Elas estão presentes em vários locais de Laguna, mas nunca passaram por um processo geral de catalogação. Com esse objetivo, o biólogo gaúcho Leandro Ramos Duarte, 28 anos, deu início a um projeto para fotografar e registrar dados sobre a presença das borboletas na cidade juliana e nos municípios da região. A ideia é conseguir mapear o maior número possível de espécies e permitir que se crie um perfil sobre quais fazem parte do ambiente natural local. Alguns exemplares de borboletas raras já apareceram, inclusive.

Duarte é natural de Porto Alegre, mas tem raízes aqui na cidade: os avós são daqui e ele começou a residir no município este ano. Graduado em Ciências Biológicas pela Ulbra e mestre na área pela UFRGS, o especialista precisou concluir essa última etapa acadêmica antes de começar a pesquisar as borboletas, definidas como sua “paixão na área dos estudos”.

Criado a partir da vontade de dividir com mais pessoas e difundir conhecimento sobre a grande diversidade de espécies que existem na região, o Borboletas de Laguna surge com dois objetivos, segundo seu idealizador. “O primeiro é registrar e identificar as espécies de borboletas da região e segundo é transformar isso em diversos materiais que possam servir de informação, visando tanto o conhecimento da fauna local quanto a educação ambiental. O interesse é que esses materiais possam servir tanto para futuros estudos, interesses de escolas locais, quanto para a população em geral que tenha interesse em saber mais sobre as borboletas da região que residem”, explica.

A escolha da cidade juliana como base da iniciativa se deu pelo fato de Laguna ser repleta de áreas naturais e com uma grande diversidade de ambientes. “Contudo, o município não conta com nenhum guia ou projeto que estude essas espécies ainda. Isso faz de Laguna um ótimo lugar para se estudar borboletas”, justifica. Já são mais de 130 registros feitos, que totalizam 54 espécies cadastradas na região lagunar. “Mas esse número ainda representa pouco do que realmente ocorre nessa região tão rica em borboletas e isso será possível de perceber quando o projeto tiver cerca de um ano inteiro de andamento”, observa.

O projeto tem pouco mais de um mês de existência e funciona através de uma plataforma virtual, o iNaturalist, que funciona como uma grande rede social científica, utilizada por naturalistas, científicos, biólogos, e pessoas comuns com o objetivo de construir e mapear a biodiversidade no mundo, através do compartilhamento de observações.

“Podemos contar então com registros fotográficos de qualquer cidadão que fotografe uma borboleta e também guarde os dados de localidade e data. Com esses dados temos um registro válido para o projeto. Esses registros podem ser enviados pela plataforma do iNaturalist para os interessados em se cadastrar como colaboradores diretos, ou diretamente para minha pessoa caso queiram fazer uma contribuição, nesse caso o colaborador será mencionado no registro”, explica Duarte.

O projeto é de baixo custo e mantido com recursos próprios e apoio da plataforma. Mas não estão descartadas parcerias para evoluir os meios de atuação do Borboletas de Laguna. Para acessar e conferir os registros já feitos, acesse aqui.
https://www.inaturalist.org/projects/borboletas-de-laguna-sc

Texto retirado do Jornal Agora Laguna publicado em 13/07/2021.

Posted by leandroramosduarte leandroramosduarte, July 28, 2021 03:32

Comments

No comments yet.

Add a Comment

Sign In or Sign Up to add comments

Gracias al apoyo de:

¿Quiere apoyarnos? Pregúntenos cómo escribiendo a snib.guatemala@gmail.com